Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Não importa se estive, ou não!

A vida é um emaranhado de ações, reações e acontecimentos. Aqui, incluem-se as nossas ideias, pensamentos, divagações e estados de sentir. Ouvir a nossa intuição é primordial!

A vida é um emaranhado de ações, reações e acontecimentos. Aqui, incluem-se as nossas ideias, pensamentos, divagações e estados de sentir. Ouvir a nossa intuição é primordial!

Não importa se estive, ou não!

21
Mar18

Andamos e conversamos incansavelmente

Gabriela Lima

Andamos e conversamos incansavelmente. Tudo parece perfeito. Não existe tempo nem espaço. Só existimos nós e parece que por onde passamos, somos nós que fazemos a paisagem, só um largo extenso e plano tecido de cor e harmonia… as pessoas são meros mecos que vamos contornando ora afastando-nos, ora unindo os nossos corpos com cada vez mais intensidade e voltando a apartá-los na devida distância, ao toque de apenas um dedo.

- Vamos dançar? A música é interminável e já não aguento não dançar.

Agarra-me em posição de valsa e lá vamos nós… passeando a dançar ao som de uma valsa que só nós podemos ouvir. Os mecos são agora adornos de festa de rua que abraçam a causa.

A música acaba, paramos e ouve-se no silêncio um calafrio aquecido por um beijo estonteante. O foco de luz ofusca tudo o resto e sinto que não vejo, sinto apenas!

O cursor pisca à espera de escrever. Não sei como descrever. Não consigo.

Avanço letras com o cursor… volto a apagar… não encontro palavras, referências. Não saio do beijo. Não saio dali. Ficava ali sempre. Numa zona sem tempo e sem espaço. Lindo, ofuscante, deslumbrante.

Acordo num abraço profundo, em corpos se tocando, se agarrando desenfreadamente, alisando com as mãos todos os contornos de cada corpo, próximos, um toque quase sem tocar, sem pesar, leve, quente, paramos em êxtase!

Abro os olhos dentro dos olhos e vejo os meus olhos!

Desperto em novo abraço profundo e entrego o meu destino, sabendo que não será este o caminho. Abro um nicho na minha vida que acolho na mais profunda cavidade do meu coração para guardá-lo em segurança para a eternidade.

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D